Apresenta
 

 

 


 









Amazônia Deusa
Perfeição e atitude
de séqüitos, répteis e sépticos.
Proclamam salvação
encontram solidão.

Imagens distorcidas
querem fazer crer
num mundo desorientado
preocupação não há em preservar.

A fé no futuro é maior
a realidade, imagem vã.
Crer é vital arte
de poetas e sonhadores...

Há uma deusa entre as matas
faz parte dela como o ar...
Nos rios, riachos correm alaridos
salvação premente e real
da selva animal.

Não serão homens a proteger
qualquer ponto do planeta,
à sua volta só destruição...

No âmago dos sons silvestres
de pássaros e espíritos elementais
presente, representa conservação
a Deusa amazônica!

Não tenha pouca fé
Amazônia Deusa
Se auto preservará...



Esta poesia ganhou o Primeiro Lugar no Concurso de Poesias
do Site do Poeta Avaneil Marinho - abril/2003